Antecipar a Declaração do IR evita erros e problemas com o Leão

Antecipar a Declaração do IR evita erros e problemas com o Leão

Publicado por Zanini, 17/04/2019

O prazo para entregar a declaração do imposto de renda termina no dia 30 de abril e, mesmo com um prazo de dois meses para enviar à Receita Federal, ainda há brasileiros que deixam tudo para a última hora. E, nesse momento de fazer tudo de maneira apressada, podem surgir erros que vão custar ao contribuinte muita dor de cabeça e correria para arrumar todos os detalhes.

Fazer a declaração do imposto de renda requer atenção e, acima de tudo, preparação. É possível fazer sozinho, por meio do programa da Receita Federal, mas há muitos detalhes durante o preenchimento que aparecem e não podem passar despercebidos. E caso ocorra algum esquecimento, isso pode gerar algum tipo de desconfiança do "Leão", e que pode ocasionar algum tipo de problema para o contribuinte.

Mas, caso seja percebido pelo programa algum erro na declaração, é possível corrigi-lo a tempo para evitar desentendimentos. Disponibilizada no programa da Receita Federal, a declaração retificadora ajuda na correção das informações enviadas e serve para corrigir os erros ou omissão após o contribuinte enviar a declaração original. Ela pode ser feita a qualquer momento, sem custos adicionais, mas fique atento: o quanto antes fizer, melhor, pois deve ser realizada antes da Receita instaurar qualquer procedimento de ofício. Essa movimentação deve ser antecipada, pois não é possível calcular quando a Receita Federal vai processar os dados da declaração e, caso já seja iniciada a fiscalização do que foi enviado, fazer a retificação não será mais possível.

Ressalto que o trabalho da Receita Federal é cruzar os dados dos contribuintes e, caso o valor declarado não for o mesmo que o informado pela fonte pagadora, você vai cair na malha fina. E entrando nesse quesito, você será obrigado a fornecer os documentos exigidos pela Receita para comprovar algum fato qualquer da declaração. Caso o erro seja do contribuinte, será cobrada uma multa sobre o valor devido (que pode variar de 20% a 75%) e o reajuste do imposto. Oriento também que o contribuinte guarde seus recibos por seis anos, já que a Receita tem até cinco, a partir da data de envio da declaração, para fiscalizar as informações enviadas.

Por isso ressalto: organize-se para entregar sua declaração o quanto antes para evitar erros e problemas com a Receita Federal. Caso seja necessário, solicite a ajuda de um profissional para que sua entrega seja feita com sucesso.