Fique atento com o prazo de entrega da DASN-SIMEI

Fique atento com o prazo de entrega da DASN-SIMEI

Publicado por Zanini, 20/05/2019

O prazo para entregar a Declaração Anual para Microempreendedor Individual - DASN-SIMEI – está próximo e, assim como a declaração do Imposto de Renda, muitos brasileiros acabam deixando para entregar toda a documentação de última hora. Até o dia 31 de maio, os microempreendedores precisam estar atentos para não pagarem multa por entrega em atraso, no valor mínimo de R$50, ou de 2% ao mês-calendário ou fração, incidentes sobre o montante dos tributos decorrentes das informações prestadas na DASN-SIMEI.

Para evitar o pagamento dessa taxa, sempre indico que o declarador mantenha em dia todos os controles sobre os rendimentos. Com o auxílio da tecnologia, deixe tudo salvo em servidores ou serviços de nuvens, os drives, dividido em pastas. Isso, além de te ajudar a manter organizado, evita que você deixa qualquer tipo de informação perdida na hora de declarar.

Erros são comuns na hora de mexer com muitos papéis e documentos, e a falta de organização pode agravar algumas situações. Um dos erros mais comuns é a omissão de rendimentos para declarar pela primeira vez e que, por parecer simples, pode se tornar o maior dos problemas. No período de regularização, é comum que muitos empreendedores deixem de emitir notas e, depois, esqueçam de contabilizar também esses rendimentos. Evite cair nesse erro; depois será preciso correr para que tudo fique regularizado.

Para aqueles que emitem notas fiscais, o trabalho é mais simples: basta somar as notas emitidas e verificar qual é o seu faturamento bruto. A declaração deste ano deve conter todos os recebimentos, com nota ou não, compreendidos entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2018.

Erros de digitação também são bem comuns, mas que podem fazer uma grande diferença. Imagina o que uma simples vírgula, onde você está declarando R$50.000,00 e sem perceber você digita R$5.000,00? É um problema bem grande e que pode te dar dor de cabeça para explicar depois.

Ocultar bens ou rendimentos da Receita Federal pode prejudicar a sua DASN-SIMEI. O governo fica atento caso o seu patrimônio não seja condizente com o que você recebeu ao longo do ano ou se, sem uma explicação, o seu rendimento tenha crescido acima da média. Ressalto que o rendimento declarado na sua atividade como MEI deve ser compatível com aquilo que você apresentou na sua declaração de Imposto de Renda.

Trabalhar com declarações e documentação não é um processo fácil para quem não está acostumado ou não é da área contábil. Por isso, conte com a ajuda de profissionais que vão te auxiliar e garantir que nada seja esquecido, além de serem especializados para sanarem todas as suas dúvidas para a próxima declaração.