Skip to content Skip to footer

Reserva financeira: qual é a importância e como fazer para a sua empresa?

Reserva financeira: qual é a importância e como fazer para a sua empresa?

Sua empresa possui uma reserva financeira para imprevistos e momentos de instabilidade econômica?

Neste conteúdo, a Zanini Auditoria explica o conceito da reserva financeira empresarial, sua importância e apresenta algumas dicas para que empresários e empreendedores consigam construir uma reserva segura para os seus negócios.

Se a sua empresa ainda não possui uma reserva constituída, saiba que os seus negócios estão em risco. Por isso, continue conosco e não deixe de acompanhar esse conteúdo até o final.

O que é reserva financeira?

Reserva financeira é o montante de recursos separados e destinados exclusivamente para imprevistos e despesas de emergência, ou seja, aquelas não previstas no orçamento da empresa.

Manter uma determinada quantia reservada em uma aplicação financeira segura e fora do fluxo de caixa da empresa, pode evitar o atraso de pagamento a fornecedores, a contratação de empréstimos a juros elevados e até mesmo, a falência da empresa.

Vale destacar que a construção de reservas é uma das melhores práticas da gestão financeira empresarial é um mecanismo que já ajudou muitas empresas na travessia de momentos conturbados economicamente.

Empresas que possuem reservas financeiras constituídas, são resistentes às oscilações do mercado e aos imprevistos existentes em qualquer negócio.

Como montar uma reserva para sua empresa

Para ajudar você a montar a reserva financeira da sua empresa, preparamos um passo a passo simples e prático, confira:

1.Calcule suas despesas mensais: O primeiro passo para quem pretende construir uma reserva para os seus negócios, consiste em calcular o valor das despesas mensais do seu negócio.

De acordo com os especialistas em gestão financeira, uma reserva de emergência deve ser capaz de suprir entre 6 meses e 12 meses de despesas.

Sendo assim, se a empresa possui R$ 50.000,00 de despesas mensais, o ideal é construir uma reserva entre R$ 300.000,00 e R$ 600.000,00

2.Separe uma parcela mensal dos lucros: Após calcular o valor das despesas mensais e traçar um valor como meta para construção da reserva, é hora de começar a alocação de recursos.

Para isso, separe um percentual dos lucros mensais, como 5%, 10% ou 20% e destine o valor para a construção da reserva.

Quanto maior a parcela do lucro destinada para essa finalidade melhor, pois assim, a construção da reserva se torna mais rápida.

3.Invista em uma aplicação segura: Por fim, invista os recursos em uma aplicação financeira segura e de alta liquidez (resgate rápido), como por exemplo:

  • CDB com liquidez diária
  • LCI e LCA com liquidez diária
  • Fundos de renda fixa

Dessa forma, você mantém os recursos separados do caixa da empresa e aplicados em uma solução financeira que garanta algum rendimento.

Com a segurança proporcionada pela reserva financeira, sua empresa estará preparada para atravessar imprevistos e momentos de incerteza que possam surgir.

Gostou da nossa dica? Salve o blog da Zanini Auditoria nos favoritos e continue acompanhando nossos conteúdos com dicas de gestão para o seu negócio.

Translate »